ALTERNATIVAS INTERESSANTES

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

PELOS CAMINHOS DA VIDA



Nos caminhos por onde andei
Encontrei flores coloridas
Com cheiro de alegria
E imagem de esperança

Encontrei lodo
Com cara de lobo mau
Florestas densas
Que atrapalhavam a jornada


Árvores frondosas
Com frutas e sombras
Que aliviavam o cansaço
Da eterna caminhada


Pedras pontiagudas
Rasgando os pés desavisados
Terra seca
Por um sol escaldante de deserto


E um filete de água fresca
Indicando o caminho certo
De uma estrada tão curta
Que eu não sabia, tão perto...

O arco-íris como ponto de chegada
Devolvia as flores, a alegria, a esperança
Do lugar em que eu sempre estive
Apesar de tantas andanças.

O meu coração!




Evelize Salgado

9 comentários:

@_-¯Cristiano Quaresma¯-_@ disse...

A eterna e quase
insana dualidade, entre
o SIM e ou NÃO, do Yin e Yang,
do branco e do negro,
da cor e da ausência de cor,
da noite e do dia, morte e vida, luz e escuridão...
Toda essa dualidade não há negatividade,
e sim dois pólos, dois lados
de uma mesma moeda,
de um mesmo Universo!
E assim se segue...
NAMASTE!

alegria de viver disse...

Olá querida
A esperança está a caminho, obrigada pela visita.
Quando achar o equilibrio terá a esperança.
Com muito carinho BJS.

Eliane disse...

Querida Evelize!
Lindo poema!
Beijinhos e bom fim de semana!

Kyria disse...

Lindo, lindo Evelize
Você tem este raro dom de suavizar as "pedras" do caminho, mesmo sendo verdadeiramente assustadoras.
Bjs

AFRICA EM POESIA disse...

Feliz Ano


UNIÃO


Vamos dar as mãos...
Vamos juntar-nos...
Vamos pensar...
No nosso irmão...

Vamos unir-nos...
E pensar...

Que se cada um...
Deixar amar...
O coração...
De uma criança

Será outra vez Natal...


LILI LARANJO

Priscila Zanutti disse...

Chegando??? Como? Onde? Eu estou tão louca com essa coisa de ser madrinha de um beb^liiindo que não sei...Desculpe. Vai chegar aonde? Aff! Respirei, me acalmei...Agora diga. Ah! O filhinho da Fabianne minha amiiiiga querida nasceu hoje!!!!! É liiiindooooo! Bjs Espero a resposta

EVELIZE SALGADO disse...

Sim, Cristiano!
Nós mesmos somos uma antíese da vida. O ego e o EU...
Namastê!

Alegria! Estamos no caminho da busca! Quase chegando.
Bjinho

Eliane, obrigada. Boa semana!!!!!
Bjinho

Kyria, nada mais assustador que um caminho vazio. Que venham as pedras...
Meu carinho.

Lili, somos todos por todos
E todos por um.
Namastê!

Priscila, beijosssss

Canduxa disse...

Minha amiga,

Um belo poema que descreve o caminho que temos que percorrer. Não é fácil ultrapassar todos os obstáculos, mas é possível, porque somos fortes como um rio que sempre chega à foz.
O arco-íris estará lá para celebrar a nossa chegada, que é a nossa maior vitória.

Beijinho com muita luz

Carolina Arêas disse...

Adoro quando você faz poesia!