ALTERNATIVAS INTERESSANTES

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

JANELAS EMBAÇADAS



Sentado na cadeira
No balanço da idade
Movimento da vida
Que foi, que será.

Parado, o presente
Borbulha histórias
Que sopradas ao vento
Vagam na memória.
Já foi? Ou será?

E um adeus a esta vida
Precoce e intenso
Se faz companheiro
Dos vincos das faces,
Das pupilas transformadas
Em janelas embaçadas
Que escondem a verdade
Da vida que pulsa, mas não acontece.
Já se foi? Ou irá?

E na idade do corpo
E na idade da mente
Não está mais presente
A força absoluta
Da grande labuta,
Do homem que foi.

Na calma do tempo
O relógio divino
Desperta tranquilo
A cada manhã,

Mostrando às almas
Que as aulas da vida
Ainda não acabaram,
E que a cada minuto
O velho aprendiz
Tem chance de entrega
Da história vivida...

Mudando a sentença
Do balanço que sacode
A memória cansada,
Para o berço dos anjos,
Que aguardam afinados
Em seu coro de vozes,
A saudarem a vitória
Assim que chegar.

Evelize Salgado
Após uma semana peregrina em casas geriátricas, apenas uma homenagem.

24 comentários:

Kyria disse...

Belíssimo Evelize, não tenho palavras para este poema sentido e escrito com maestria.Parabéns, bjs

marcelo dalla disse...

Lindo, tocante... seu poema me arrancou suspiros. Que saibamos envelhecer com dignidade! bjos querida

Gabriela Gonçalves disse...

lindo!
Tenha um lindo dia tb!

.Lis disse...

Evelize,
Idade do corpo, idade da mente , aó a alma permanece criança!
Emocionante esse poema, muito.
Abraços

bemviver disse...

Querida fiquei emocionada com seu poema, está muito lindo e real.
Receba meu carinho BJS.

adriana disse...

Que bonito, Evelize!
Uma bela homenagem.
bjs

BRUXINHA disse...

OI Eve, voltei hehhehe. Está dificil visitar blogs das amigas e fazer comentarios, meu tempo ficou muito curto, o pai vai dmeorar a voltar ao trabalho e com minhas reformas em casa estou cada vez mais sem tempo, mas não esqueço vcs tá, um beijo e obrigada pelo carinho.

EVELIZE SALGADO disse...

Queridos, obrigada pelo apoio.
As ausências que a idade traz me deixaram com nó na garganta.
Como disse o Mercelo: "Que saibamos envelhecer com dignidade!"
Isso é um grande trabalho de consciência...
Beijinho carinhoso a todos

Priscila Zanutti disse...

LINDO POEMA!!! LINDO TRABALHO!!! LINDA ALMA!!! BJS!!!

Ana Lúcia Porto disse...

Que amor e respeito aos idosos em forma de poesia... Lindo!!
Beijos,
Ana Lúcia.

EVELIZE SALGADO disse...

Priscia, obrigada! Somos lindos enquanto seres qua amam.

Ana, os idosos seremos nós, amanhã. E certamente precisaremos deste amor.

Beijos, meninas.

Hod disse...

Maravilhoso Evelize sua homengem aos Idosos que pela graça da vida chegaremos lá com o amor que temos hoje. Exuberane sua declaração de amor aqueles que vivem conscientes a finitude!!!
Bijos luminosos amiga!!
Aloha!!
Hod.

Canduxa disse...

Querida Evelize,

Que lindo poema!
Uma linda homenagem...feita com muito amor.
Parabéns!

Um abraço com muita luz

EVELIZE SALGADO disse...

Canduxa, Hod, que este amor se expanda!!!!

Namastê!

Eliane Santoro da Costa disse...

Querida Evelize,que bela homenagem!Seu respeito pelos idosos transparece nesse belo poema.

Beijinhos de luz!

Mah disse...

Vim te agradecer pela visita e comentário carinhosos em meu blog.
Gostei dos artigos daqui e já te sigo.
Beijinhos.

EVELIZE SALGADO disse...

Eliane,querida, todos chegaremos lá! Bjinhoss

EVELIZE SALGADO disse...

Mah, seja bem-vinda!!!!!

Ana Lúcia Porto disse...

Evelize,
Há um mimo para você, lá em meu blog, com regras.
Beijos,
Ana Lúcia.

Estela disse...

"Das pupilas transformadas
Em janelas embaçadas
Que escondem a verdade
Da vida que pulsa, mas não acontece."

Lindo e de grande sensibilidade.
Bjs.

EVELIZE SALGADO disse...

Ana, assim que der passo lá! Bjs

EVELIZE SALGADO disse...

Estela, é preciso viver enquanto estamos no comando...
Estava com saudades, bjinhossss

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

amar, sentir y v vir
todas las sensaciones
que den paz En este tiempo
para descansar,
,
sosiego y
tranquildad a nuestro corazon.
Desde mis HORAS ROTAS,
y AULA DE PAZ
un afectuoso abrazo y
cariño compartido
siempre desde el alma
saludos
de amistad:
---Jose Ramon---

EVELIZE SALGADO disse...

Obrigada, Jose.