ALTERNATIVAS INTERESSANTES

quinta-feira, 2 de abril de 2009

TERAPIA ENERGÉTICA DAS PLANTAS


Estava passeando pelas folhas de uma revista quando me deparei com um artigo bem legal sobre a terapia energética das plantas, do paisagista Raul Cânovas. Resolvi furungar na internet para ver se achava mais alguma coisa sobre o assunto, pois a matéria era bem pequena e não tinha muitas informações. Santo GOOGLE.

Eu não costumo copiar e colar textos, mas acho que desta vez vale a pena, então vai aí a lista que eu achei.
Mulheres, divirtam-se!

A INFLUÊNCIA ENERGÉTICA DAS PLANTAS NO UNIVERSO FEMININO

Açaí: o consumo de seus frutos, escuros e adocicados, revitalizam as morenas, tornando-as cobiçadas.
Alecrim: as flores fervidas em vinho branco refrescam o rosto

Aloe: impede a queda dos cabelos.
Amarílis: mantém a mulher acordada
Amendoim: atrai a simpatia dos homens.
Aristolochia: o fumo de suas sementes controla a epilepsia, sendo indicado por aquelas que sofreram de feitiços
Arruda: tanto no jardim, como sendo carregada por uma mulher, irá afastar os mal intencionados.
Artemísia: talismã usado contra a sedução, a ira e os maus espíritos
Avenca: tira os medos, agindo no sistema nervoso, especialmente, aqueles ligados a vida profissional. O chá feito com a raiz e as folhas é empregado no tratamento de complicações menstruais; também é indicado no climatério.
Bambu: é o protetor contra inveja, mas para que possa exercer toda sua força deve ser plantado sempre em áreas externas.

Bromélia: é uma planta de proteção. Se uma mulher cercar sua casa com elas não irá sofrer nenhum tipo de agressão, mas, em contrapartida, poderá estar renunciando a receber a visita do bem.
Cipreste: dá um poder especial às bruxas; elas construíam mesas triangulares com a madeira desta árvore, para executar os trabalhos de magia
Copo-de-leite: ativador dos sentidos, especialmente os auditivos. É associada à Santa Cecília, patrona dos músicos.
Crisântemo: é o símbolo do império japonês; utilizado no Oriente para desmanchar sortilégios.
Erva cidreira: antigamente era bebida nos templos pelas mulheres por causa de sua ação dinamizadora.
Fícus: indicado para as introvertidas; as crianças devem ficar afastadas
Flor-de-cera: indicada nos momentos em que as românticas precisam recuperar a realidade.
Hera: excelente aliada que nos ajuda a sair de situações complicadas e até de uma estagnação; suas ondas energéticas impulsionam sempre pra frente.
Hibiscus: as mulheres introvertidas serão favorecidas nas suas iniciativas e contatos.
Hortênsia: uma aliada na luta contra a melancolia e a depressão.
Impatiens: arma eficaz para vencer o estresse
Jaqueira: exuberante e doce, mas ao mesmo tempo impulsiva reclamando para si espaço e atenção; as mulheres que ficarem perto dela podem adquirir energia e força sem perder suavidade e doçura.
Kalanchoe: sua presença é perfeita no café da manhã, já que combate o mau humor daquelas que acordam com o pé esquerdo.
Laranjeira: símbolo da castidade
Lírio: quando o Arcanjo Gabriel revelou à Maria o anúncio da vinda do Messias deixou com ela lírios que, a partir desse momento, se tornaram símbolos da castidade.

Lótus: pureza.
Louro: por meio das folhas queimadas do loureiro, antigamente, se podia ler o futuro. Esta ciência era chamada de Dafnomancia.
Murta: era consagrada a Vênus, a deusa do amor, e também aos Penates que eram os antepassados e os protetores da casa.
Orquídea: afasta os maus espíritos e aumenta a energia sexual; sua presença é ideal no quarto.
Palmeira chamaedorea: sua energia é lenta e renovadora; age como um ventilador renovando o ar, tornando a mulher mais permeável e comunicativa
Palmeira latania: proporciona agressividade e ação; ajudam na luta por um objetivo.
Prímula: afasta a melancolia.
Resedá: misticamente tem uma ligação muito especial com a Virgem Maria, representando a bondade.
Roseira: é a imagem simbólica da paciência, do martírio e da virgindade, neste último caso, só quando a flor é branca. A água de rosas prepara a alma para revelações profundas.
Violeta africana: fornece alegria e amor
Zebrina: ajuda a superar dificuldades e pode ser uma aliada na hora de reativar projetos abandonados.


http://www.jornalmercadopaulista.com.br/julho_2006/artigo2.htm


Evelize Salgado

2 comentários:

priscila disse...

Oi, tem um concurso cultural no meu blog - www.atelierzanutti.blogspot.com - Passa lá deixe seu comentário e participe. Beijos

BRUXINHA disse...

Evelize, adorei ler esse texto, infelizmente ele não fala das suculentas ,a unica que vi foi a Kalanchoe e a aloe . Mas é interessante, bjs Leila